Como devem ser os celulares do futuro

Como devem ser os celulares do futuro

Felipe Felipe 23 mar 2020

Prever o futuro já foi uma tarefa muito mais complexa. Hoje, com a tecnologia a nosso favor, dá pra fazer uns bons exercícios de imaginação, e supor como algumas coisas serão em um futuro próximo. É o caso, por exemplo, dos celulares.

Desde que surgiram, esses incríveis aparelhos têm evoluído numa velocidade incrível, e a cada ano, muita gente se pergunta qual será a novidade que alguma fabricante trará em relação a eles, e que irá surpreender todo mundo.

Baseados em dados recentes, em opiniões de quem entende do assunto, vamos dar uma de Nostradamus, e supor como serão os celulares no futuro.

Receba Novidades

Recarga rápida, e maior autonomia

A maioria das baterias dos celulares atualmente é formada por células de íon-lítio, fazendo com que elas tenham uma potência muito boa, deixando o aparelho carregado por um bom tempo, mesmo quando executa funções pesadas, como reproduzir vídeos na Internet. Ainda assim, nos últimos anos, o número de recursos que o celular é capaz de executar aumentou bastante, e é necessária uma bateria com outros materiais.

E é nesse sentido que o grafeno pode ser uma excelente alternativa. Em sua forma cristalizada do carbono, essa substância poderá, em breve, servir de matéria-prima para baterias que podem ser carregadas em até 12 minutos apenas. Sem contar a possibilidade de se ter uma capacidade que chegue a 4800 mH (já pensou?).

Carregamento via wireless

Atualmente, já existem alguns modelos da Apple e da Samsung que já oferecem ao usuário um carregamento inteiramente em wireless, onde basta posicionar o smartphone sobre outro aparelho que simplesmente irá recarregar o celular sem a necessidade de fios.

E, como essa tecnologia ainda está somente no começo, obviamente que ela irá se aprimorar ainda mais nos próximos anos, fazendo com que o usuário de qualquer celular possa recarregar o seu aparelho em qualquer lugar, a qualquer hora, com a maior facilidade do mundo. Então, pode ter certeza de que, daqui a algum tempo, os velhos carregadores serão peça de museu.

Telas que se dobram

Já passou pelo desconforto de usar o seu celular no bolso, e, pelo fato dele ser grade, fazer muito volume, e incomodar? Pois bem, daqui muito em breve esse problema poderá ser coisa do passado. Já agora em 2019, por exemplo, a Samsung lançou o seu mais novo modelo, o Galaxy Fold, simplesmente um dos primeiros smartphones dobráveis do mercado.

Claro, ainda se trata de uma tecnologia muito nova, e as fabricantes estão, aos poucos, desenvolvendo mais e mais protótipos até chegar a um resultado desejável e comercial. O primeiro problema a ser contornável, por exemplo, é fazer um celular que seja realmente dobrável como uma folha de papel, sem deixar bordas altas nas laterais.

Outro ponto é criar funções que realmente atraiam o público consumidor a comprar esses aparelhos, bem como desenvolver sistemas operacionais que possibilitem uma mudança de tela que seja constante.

Inteligência artificial mais elaborada e comandos feitos por voz

O que parecia mera ficção científica há alguns anos atrás, está se transformando em realidade cada vez mais. No caso dos aparelhos celulares, a Inteligência Artificial, tema tão recorrente em filmes do gênero, serve, por exemplo, para identificar hábitos e padrões de uso nos mais diversos dispositivos. Dessa forma, a experiência fica mais “personalizada”, digamos assim.

O mais interessante é que hoje em dia já é possível que sistemas operacionais façam sugestões de uma série de ações, como abrir um determinado aplicativo, ou mesmo acessar alguns dos conatos presentes em sua agenda. O que mais ou menos muda é que esse tipo de resposta vai ficar cada vez mais rápida e focada de acordo com o que você precisar.

E, ainda tem os chamados comandos de voz, ótimos para a realização mais precisa dessas atividades. Dentro em breve, as fabricantes, certamente, estarão com tecnologias de reconhecimento de voz bastante avançadas. Ao mesmo tempo, mais aplicativos estarão compatíveis com essas ações.

Bordas cada vez menores

O conceito de borda mínima nada mais é do que uma inovação no visual do aparelho celular que começou a surgir por volta de 2017. A ideia é simples, porém, genial: aproveitar ao máximo o espaço frontal do aparelho na sua quase totalidade, o que eliminaria aquele espaço praticamente “morto” entre a tela e as bordas laterais do celular.

Há um tempo, o primeiro modelo onde se adotou esse design foi o Xiaomi Mi Mix. Nesse conceito, a Samsung com a sua linha Galaxy promete apostar pesado nesse conceito que parece ter surgido pra ficar.

Receba Novidades

Porta USB e botões “deletados”

No mundo da atual tecnologia, menos é mais. Com isso em mente, a chinesa Vivo está em preparando um celular que ainda está em fase experimental, e que simplesmente não terá nem porta USB, nem botões. E, como os comandos seriam feitos? Simples: através de gestos na interface e por carregamento wireless (como mencionamos em outro item aqui neste texto).

Sendo liso em todas as superfícies e cantos, esse celular teria um design melhor aproveitável, ainda mais se for prometido para o futuro o conceito de borda mínima que também mencionamos anteriormente.

Formato totalmente diferenciado

Muitos especialistas acreditam que os celulares do futuro não serão somente flexíveis, como também serão de vários formatos diferentes, sendo, inclusive, gelatinoso.

Protótipos de diversos modelos distintos estão sendo testados ano após ano, e é certo de que daqui a algum tempo, teremos novidades surpreendentes a respeito do formato dos aparelhos celulares

Realidade aumentada será uma “realidade”

É bom frisar que realidade aumentada não é necessariamente a mesma coisa que realidade virtual, por exemplo. Trata-se de um tipo de realidade que simplesmente coloca o usuário no “centro da ação”, como se fossem aqueles famosos filmes de ficção científica, sabe?

Inclusive, alguns aparelhos celulares já começaram a explorar essa recente tecnologia, e é bem provável que num futuro próximo, consigamos aumentar a experiência com as funções de um celular, ficando no fico de alguma ação específica, e amplificando essa experiência.

Como se vê, o futuro revela muitas coisas interessantes quanto aos celulares. Não demora muito, e passaremos a usar esses aparelhos como nunca pensamos que poderíamos.

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.