Como usar cigarros eletrônicos para parar de fumar

Como usar cigarros eletrônicos para parar de fumar

Felipe Felipe 23 mar 2020

Fumar já foi considerado algo muito bonito há alguns séculos, em um tempo em que o ser humano não sabia ainda quais eram os danos causados por esse prática e consideravam o ato até mesmo elegante.

Porém, com o passar do tempo, o aumento do vício das pessoas, a dificuldade de largar a nicotina e outros fatores fizeram com que as pessoas entendessem que na verdade o cigarro é um grande vilão da saúde, e por isso é cada vez maior o número de pessoas tentando parar de fumar.

Apesar disso, muitas pessoas ainda não conseguiram vencer a luta para parar de fumar, e isso é extremamente comum. Principalmente quando levamos em conta o grau viciante que a nicotina possui.

Porém, com o surgimento dos cigarros eletrônicos uma esperança apareceu na janela de muitas pessoas: e se o vape fosse utilizado para diminuir e então disseminar o vício em fumar das pessoas?

Por isso, neste artigo falaremos especificamente sobre como usar cigarros eletrônicos para parar de fumar de maneira simples e nem um pouco dolorosa! Continue lendo para conseguir se livrar desse vício tão nocivo para sempre.

Receba Novidades

Diminuindo a nicotina

Vamos ver um passo a passo do que você pode fazer para garantir que o cigarro eletrônico irá te ajudar a parar com o vício em fumar.

Em primeiro lugar, é importante que você entenda que diminuir a frequência com que você fuma será difícil de início, e é por isso que você precisa manter a frequência de sempre (se conseguir reduzir, melhor ainda), porém reduzir o nível de nicotina que você está vaporizando.

Logo, você deve comprar essências com pouca nicotina para o seu vape e continuar fumando na mesma frequência com que fumava antigamente, a não ser que você já consiga diminuir tudo de uma vez.

Quando você já tiver acostumado com o novo nível de nicotina para fumar, chegou a hora de passar para o próximo passo.

Diminuindo a frequência

Após diminuir o nível de nicotina que você está consumindo, chegou a hora de finalmente diminuir a frequência com que você fuma, mesmo que você já tenha começado a diminuir essa frequência no passo anterior.

A ideia aqui é que você também reduza a frequência de fumos de forma gradual, o que significa que primeiro você deve fumar 90% do que fumava antes, e assim você deve ir reduzindo de 10 em 10% até que você fume metade do que fumava antes, o que já é uma grande vitória.

Após isso, você deve manter essa frequência de consumo e esse nível de nicotina por um tempo indefinido, basicamente até que você não sinta mais falta do cigarro comum e nem tenha crises de abstinência, o que é algo extremamente comum nessa fase.

Ao já estar acostumado com tudo, chegou a hora de passar para mais um passo, que com certeza vai ser extremamente marcante e também muito importante para o seu desenvolvimento no tratamento.

Retirando a nicotina

Até agora você já reduziu bastante os níveis de nicotina e também diminuiu sua frequência de uso do cigarro eletrônico em 50% quando comparado ao cigarro; além de tudo isso, você também já deve estar acostumado com essa nova situação, o que mostra que não existe risco em passar para essa próxima fase.

Nessa próxima fase você deve retirar completamente a nicotina do seu vape. Isso significa que você deve ter reduzido os níveis da substância gradualmente no primeiro passo até mesmo enquanto fazia o segundo passo, de forma que agora não é necessário fazer nenhum redução drástica.

Por isso, retire a nicotina do seu vape e fume apenas a essência, que também faz mal para a saúde, porém não possui a substância viciante que é a nicotina.

Portanto, depois de já estar acostumado com esse passo e não sentir falta do cigarro, por exemplo, chegou a hora de passar para o próximo passo. O passo mais aguardado: parar de fumar.

Receba Novidades

Parando de fumar

Não importa quanto tempo você levará para chegar nesse passo, mas o importante com certeza é chegar nele. Principalmente porque nesse caso, não interessa quando você para, antes tarde do que nunca.

Após retirar a nicotina e reduzir cada vez mais a frequência de fumo, com certeza você estará cada vez mais desapegado do seu vape, o que faz com que agora seja muito mais fácil abandonar esse mau hábito do que era antigamente.

Por isso, corte de vez o seu vape, sem nicotina e sem frequência nenhuma. É claro que na teoria tudo é bonito, enquanto na prática o nosso dia a dia acontece e muitas coisas acabam mudando por conta das circunstâncias.

Logo, é interessante que você entenda que parar de fumar não é um processo linear. O que significa basicamente que você provavelmente terá recaídas após parar de fumar completamente, e isso é muito comum.

Provavelmente você terá até mesmo recaídas durante todo o processo, mas o importante não é não ter recaídas, mas sim persistir no seu propósito até que não existam mais recaídas para enfrentar.

O importante na verdade é também passar por todas as recaídas e continuar se esforçando para que tudo dê certo e para que você consiga abandonar o vício, por mais difícil e desafiador que isso seja.

Apesar de ás vezes parecer que não vai dar certo, a verdade é que vai sim! Muitas pessoas já pararam de fumar e você pode ver todos os relatos delas na internet, o que prova que é sim possível abandonar o vício, desde que você esteja disposto a passar por todos os desafios que isso representa com a cabeça erguida.

Portanto, siga o nosso passo a passo de acordo com o seu ritmo. Caso você tenha uma recaída, reinicie o processo com ainda mais força de vontade e alegria por estar tentando parar. Não desista de forma alguma, pois o seu “eu” do futuro irá se arrepender de ter desistido agora.

Enfrente todos os obstáculos de cabeça erguida e com certeza com esse passo a passo em algum tempo você se verá livre do vício em nicotina!

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.