Conheça os 12 Benefícios da Cerveja

Conheça os 12 Benefícios da Cerveja

Victoria Victoria 20 dez 2019

As pesquisas científicas já comprovaram que as pessoas que bebem moderadamente vivem mais do que as que não bebem. Mas não use isso como uma licença para beber demais neste fim de semana porque o uso excessivo de álcool pode afetar negativamente sua saúde. Conheça alguns outros benefícios:

Alimento

A cerveja é mais uma comida do que uma bebida – afinal, algumas marcas são até  chamadas de pão líquido. Isso significa que é preciso estar consciente de quantas calorias se está ingerindo em cada copo, isso também significa que o líquido contém alguns nutrientes bons para a manutenção do organismo.

Nutrição

O vinho sempre foi considerado uma bebida saudável em virtude da  sua abundância de antioxidantes, mas a cerveja tem tantos quanto. Os antioxidantes específicos são diferentes porque os flavonóides da cevada e do lúpulo são diferentes daqueles das uvas, mas os antioxidantes são uma coisa boa.  A cerveja também é mais nutritiva do que o vinho em proteína e vitamina B. Ainda melhor, a cerveja contém ferro, cálcio, fosfatos e até fibra.

Proteção Cardiovascular

Estudos sugerem que beber cerveja moderadamente  pode tornar menos provável  que a pessoa venha a sofrer ataques cardíacos, derrames ou doenças cardíacas, em comparação com quem não bebe. Os bebedores moderados tinham, segundo estudos comparativos, o menor declínio nos níveis de lipoproteína de alta densidade (HDL), ou “bom” colesterol – e, por sua vez, menores  riscos de doenças cardiovasculares.  De fato, estudos avaliando os benefícios relativos do vinho versus cerveja versus bebidas alcoólicas, sugerem que o consumo moderado de qualquer bebida alcoólica está associado a taxas mais baixas de doença cardiovascular.

Receba Novidades

Promove Saúde Renal

Beber cerveja pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver cálculos renais . De acordo com um estudo recente, homens e mulheres que relataram beber uma quantidade moderada  de cerveja reduziram seu risco de desenvolver uma pedra em 41%. Cervejas que contêm muitos lúpulos  são ricas em fitoquímicos que promovem a saúde dos rins. Pesquisas também sugerem que a cerveja pode conter probióticos que alimentam as boas bactérias em nosso intestino.

Controla o Colesterol

A fibra solúvel na cerveja pode ajudar a reduzir seu colesterol LDL ou “ruim” . Aumentar a ingestão de fibras solúveis tem inúmeros benefícios para a saúde, incluindo a promoção de níveis saudáveis ​​de açúcar no sangue e de colesterol no sangue. No entanto, como o álcool interfere na capacidade do corpo de absorver vitaminas e minerais, ele também pode diminuir a capacidade do corpo de queimar gordura armazenada.

Fortalece os Ossos

Devido ao seu alto teor de silício, a cerveja pode ajudar a construir ossos mais fortes. O silício dietético na forma solúvel do ácido ortossilícico (OSA) pode ser importante para o crescimento e desenvolvimento dos ossos e do tecido conjuntivo e ajudar a reduzir o risco de osteoporose , uma doença que afina os ossos.  Pesquisas revelam que o consumo moderado de cerveja aumentou a densidade óssea em homens.

Reduz o Stress

Os pesquisadores descobriram que dois copos de cerveja por dia podem reduzir o estresse ou ansiedade relacionados ao trabalho. No entanto, recorrer rotineiramente ao álcool para ajudar a lidar com o estresse pode fazer mais mal do que bem. Embora o álcool possa ajudar na redução do estresse no momento, a longo prazo pode contribuir para sentimentos de depressão e ansiedade , tornando o estresse mais difícil de lidar.

Melhora a Memória

O lúpulo tem um ingrediente secreto que pode ajudar a melhorar a função cognitiva – Xanthohumol. É um flavonóide que ajuda a retardar o processo de degradação da memória. A substância química pode ajudar a proteger as células cerebrais dos danos oxidativos associados à demência.  Os bebedores moderados de cerveja têm 23% menos chances de desenvolver Alzheimer e demência do que aqueles que não bebem cerveja.  Em outro estudo , pessoas após ingerirem algumas doses de cerveja resolviam quebra-cabeças mais rápido do que suas contrapartes sóbrias. De fato, o álcool tornou os sujeitos quase 30% mais propensos a encontrar as soluções.

Receba Novidades

Higieniza os Dentes

A cerveja pode impedir que as bactérias se formem – e cresçam – em seus dentes. Os pesquisadores testaram os efeitos dos extratos de cerveja nas bactérias que formam o biofilme e promovem a cárie dentária e a doença da gengiva, e descobriram que até mesmo o extrato de cerveja mais fraco testado bloqueia a atividade das bactérias. A cerveja também foi um dos melhores extratos para bloquear a comunicação entre bactérias, o que retarda seu crescimento.

Melhora a Função Cognitiva

Em indivíduos de meia-idade, níveis crescentes de consumo de álcool foram associados a uma melhor função mental. Esses achados não sugerem que estimulemos o aumento do consumo de álcool, mas foi comprovado que o consumo moderado de álcool  aumenta a função cognitiva*. * As funções do cérebro são regular a maioria do nosso propósito corporal e mental. Isso inclui funções vitais como respiração ou frequência cardíaca, funções básicas como dormir, comer ou instinto sexual e até funções superiores como pensar, lembrar, raciocinar ou falar. Para realizar qualquer tarefa aparentemente simples, nosso cérebro precisa realizar milhares de processos para garantir que completemos a tarefa adequadamente, esse conjunto de processos chamam-se função cognitiva.

Diminui o Risco de Diabetes

Uma controversa pesquisa revelou que como a cerveja contém álcool, ela pode afetar o diabetes. Existem evidências científicas consideráveis ​​de que o consumo de álcool de até 24 g por dia pode reduzir o risco relativo de diabetes tipo 2 em até 30%. Em pessoas com diabetes, o consumo moderado de álcool pode melhorar o controle glicêmico e transmitir a redução do risco cardiovascular e os benefícios da mortalidade. Estes efeitos aplicam-se a todas as bebidas alcoólicas.

Consumo Moderado

O consumo moderado de cerveja se estabelece como 300 ml. (uma tulipa) para as mulheres e até duas por dia para os homens;

Os benefícios do consumo moderado de álcool não têm sido geralmente endossados ​​pelos médicos por medo de que consumidores desregrados ​​considerem qualquer mensagem como uma licença permissiva para beber em excesso;

Converse com seu médico sobre seu histórico de saúde pessoal e padrões de consumo individuais;

Beber em excesso está ligado à cirrose, síndrome alcoólica fetal, hipertensão, desnutrição e pancreatite. Também aumenta os riscos de câncer.

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.