Conheça os 13 Benefícios do Gengibre

Conheça os 13 Benefícios do Gengibre

Victoria Victoria 20 dez 2019

O gengibre é um ingrediente popular na culinária e, especialmente, na culinária asiática e indiana. Também tem sido usado há milhares de anos para fins medicinais. A raiz ou caule subterrâneo (rizoma) da planta de gengibre pode ser consumida fresca, em pó, seca como uma especiaria, na forma de óleo ou como suco.

Receba Novidades

Benefícios no Trato Intestinal

O gengibre contém muitos óleos voláteis (sesquiterpenos) e cetonas aromáticas (gingerols). Acredita-se que os gengonóis sejam os constituintes farmacologicamente mais ativos do gengibre.

Historicamente, o gengibre tem sido usado desde o ano 400 antes de Cristo para dores de estômago, náusea e diarréia. O gengibre também tem sido usado como carminativo , estimulante do apetite e colerético.

Antiespasmódico

O gengibre pode melhorar simultaneamente a motilidade gástrica e exercer efeitos antiespasmódicos. Estudos mostraram que os efeitos antiespasmódicos do gengibre sobre o músculo liso visceral são provavelmente atribuíveis ao antagonismo da serotonina com os sítios receptores.

Irritação Gástrica

A análise científica mostra que o gengibre contém centenas de compostos e metabólitos, alguns dos quais podem contribuir para a saúde e a cura. Destes, os gingerols e shogaols foram pesquisados ​​mais extensivamente.

Os compostos fenólicos do gengibre são conhecidos por ajudar a aliviar a irritação gastrointestinal , estimular a produção de saliva e bile e suprimir as contrações gástricas à medida que alimentos e fluidos se movem através do trato gastrointestinal.

Alívio da Constipação

Ao mesmo tempo, o gengibre também parece ter efeitos benéficos sobre as enzimas tripsina e lipase pancreática, e para aumentar a motilidade através do trato digestivo. Isso sugere que o gengibre pode ajudar a prevenir o câncer de cólon e a constipação. Mastigar gengibre cru ou beber chá de gengibre é um remédio caseiro comum para náuseas durante o tratamento do câncer .

Alívio das Náuseas e Enjoos

O gengibre é seguro durante a gravidez, para aliviar a náusea. Está disponível na forma de pastilhas ou doces de gengibre. Um estudo relatou uma redução significativa de náuseas e vômitos com o uso de gengibre em mulheres com hiperemese gravídica. Devido ao seu perfil de segurança, o gengibre é usado regularmente na gravidez sem efeitos fetais indesejáveis.

Também se descobriu que o gengibre reduz os sintomas da dismenorréia, a dor severa que algumas mulheres experimentam durante o ciclo menstrual. O gengibre é usado há séculos para reduzir a inflamação e tratar condições inflamatórias.

Receba Novidades

Antiinflamatório

Outros compostos anti-inflamatórios e antioxidantes encontrados no gengibre que são benéficos para a saúde incluem gingeróis, beta-caroteno , capsaicina, ácido cafeico, curcumina e salicilat.

O potencial anticancerígeno do gengibre é bem documentado e seus ingredientes funcionais, como gingeróis, shogaol e paradóis são os ingredientes valiosos que tem potencial para tratar uma série de doenças, incluindo doenças degenerativas (artrite e reumatismo), saúde digestiva (indigestão, constipação e úlcera), doenças cardiovasculares (aterosclerose e hipertensão), vômitos, diabetes mellitus e câncer.

Combate ao Excesso de Peso

O gengibre diminui inflamações, estimula a digestão e suprime o apetite. Essas propriedades levam algumas pessoas a acreditar que o gengibre pode promover a perda de peso. Os estudos indicam que o gengibre pode trabalhar junto com uma dieta saudável e exercícios para colaborar numa meta de peso saudável. O gengibre é normalmente usado com outros ingredientes quando a perda de peso é o objetivo.

Os componentes do gengibre não induzem o emagrecimento, mas ajudam a prevenir danos cardiovasculares e outros efeitos colaterais do excesso de peso enquanto exercícios físicos e bons hábitos de alimentação regulam o peso ideal.

Auxilia no Combate ao Câncer

Pesquisas com cobaias revelaram que o gengibre pode matar células cancerígenas. Fazendo com que as células cancerígenas cometam suicídio, destruindo-se, deixando intocadas as células saudáveis ​​circundantes (apoptose).

As propriedades anti-inflamatórias do gengibre impedem que os tumores pré-cancerosos criem o ambiente ideal para o crescimento. No segundo modo, autofagia  o gengibre leva as células cancerígenas a se alimentarem de suas próprias estruturas, se auto devorando.

Combate a Artrose

O tratamento da inflamação associada à osteoartrite, segundo estudos, encontra em doses altamente concentradas de extrato de gengibre um tratamento eficaz. Antes de iniciar o estudo, os participantes experimentaram dor no joelho entre moderada e grave. Tomar extrato de gengibre ajudou a reduzir a dor no joelho em pé e após a caminhada.

Em geral, os efeitos colaterais relatados foram principalmente limitados ao desconforto abdominal.

Controle do Colesterol

Altos níveis de lipoproteínas LDL (o colesterol “ruim”) estão ligados a um risco aumentado de doença cardíaca.  Os alimentos que se ingere podem ter uma forte influência nos níveis de LDL.  Em um estudo, indivíduos com colesterol alto consumiram 3 gramas de gengibre em pó, esta dosagem causou reduções significativas na maioria dos marcadores de colesterol.

Isto é corroborado por um estudo cobaias com hipotireoidismo, em que o extrato de gengibre reduziu o colesterol LDL de forma semelhante à droga atorvastatina, que reduz o colesterol.  Ambos os estudos também mostraram reduções no colesterol total e triglicerídeos no sangue.

Receba Novidades

Atividade Anticoagulante

Extrato Metanólico do Rizoma de Gengibre possui atividade anticoagulante e pode, portanto, ser uma verdadeira fonte de novos anticoagulantes orais com possíveis melhores margens de segurança. Os medicamentos fitoterápicos com alegações terapêuticas anticoagulantes podem servir como  fontes de novas drogas anticoagulantes orais com menores efeitos do que as atualmente disponíveis.

Controle da Diabetes

O gengibre é pobre em carboidratos e calorias. Tem apenas 1,3 gramas de carboidratos por colher de chá. Conhecido por seu sabor picante e sabor inconfundível, o gengibre também contém potássio, ferro e fibras.

Ao longo dos anos, o gengibre demonstrou ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue e a regular a resposta à insulina em pessoas com diabetes.

Combate a Hipertensão

O consumo de gengibre pode ajudar a controlar a pressão sanguínea. Em estudos com animais, foi demonstrado que melhora a circulação sanguínea e relaxa os músculos que rodeiam os vasos sanguíneos, diminuindo a pressão sanguínea. Estudos em humanos até agora foram inconclusivos.

Comumente usado em alimentos asiáticos, o gengibre é um ingrediente versátil que também pode ser adicionado a doces ou bebidas. Corte, pique ou rale o gengibre fresco em frituras, sopas e pratos de macarrão ou legumes, ou adicione-o a sobremesas ou chá para um sabor refrescante.

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.