Cristiano Ronaldo vs Messi: Quem é o melhor?

Cristiano Ronaldo vs Messi: Quem é o melhor?

Felipe Felipe 23 mar 2020

Franz Beckenbauer ou Gerd Muller? Pelé ou Maradona? Romário ou Ronaldo? Cristiano Ronaldo ou Messi? Quais serão os melhores?

São tantos craques, características únicas, perfis diferentes, e até mesmo nas personalidades eles em quase nada podem ser comparados.

Mas para os fãs de cada um deles não será nem um pouco difícil responder; difícil mesmo é para nós tentarmos fazê-lo por meio de argumentos técnicos, números, marcas e estatísticas que, de forma alguma, conseguem substituir a emoção de um drible, de um deslocamento, de um passe perfeito ou de um gol.

Tratando dos dias atuais, não restam duvidam de que o grande duelo fica mesmo com os dois últimos. O primeiro, Cristiano Ronaldo, para muitos, é o maior jogador português de todos os tempos; capaz de utilizar-se, como poucos, do que há de melhor em medicina esportiva e de uma excelente herança genética para tornar-se quase imparável.

Já Lionel Messi, membro da mais cara tradição argentina da habilidade nata com os pés, é apontado como o maior dos argentinos; talvez até o maior de todos os tempos – apesar de, estranhamente, tornar-se praticamente invisível atuando pela seleção do seu país, a ponto de ser inclusive questionado quanto a sua genialidade.

Receba Novidades

Cristiano Ronaldo vs Lionel Messi: Quem teve o melhor começo?

Cristiano Ronaldo surgiu, verdadeiramente, para o mundo do futebol no ano de 2003, quando com apenas 18 anos foi transferido do Sporting de Portugal para o Manchester United, por uma soma irrisória (para os padrões atuais) de cerca de 15 milhões de euros (+/- R$ 60 milhões de reais).

E os ingleses pelo visto não ficaram nada decepcionados, pois já na segunda temporada ele seria campeão inglês, finalista do Campeonato Europeu (com um vice-campeonato diante da Grécia), além constar na seleção do torneio.

Já em 2007 ele foi o 2º melhor jogador do mundo na votação pela Bola de Ouro (atrás de Kaká), 3º melhor jogador da FIFA e conquistou todos os grandes prêmios da FWA e da PFA. Apenas confirmando o que muitos já sabiam: estavam diante de um “fora de série”, um caso único na história do futebol, e que ainda seria estudado com afinco pelas gerações futuras.

Àquela altura a imprensa mundial não se cansava de exaltar a suas qualidades, especialmente a explosão, velocidade, técnica, “faro” de gol e capacidade de garantir resultados como nenhum outro jogador da história do futebol. Qualidades que foram  decisivas para que o português atingisse esse status, e sem nenhuma sinal de que pretenda descer desse patamar.

Por sua vez Messi, em 2012, marcou impressionantes 91 gols em 69 partidas, totalizando uma média de 1,31 gols por jogo; o que simplesmente pulverizou a fantástica marca do alemão Gerd Muller (81 gols em uma ano), tornando-se o maior goleador da história em uma única temporada.

Mas antes disso ele já havia sido o que mais marcou gols na Europa (73 gols em 60 jogos), além de o maior goleador da história do Barcelona, o maior goleador da história da Argentina, entre outras conquistas geralmente relacionadas à sua capacidade de fazer gols mesmo sem ter a característica dos chamados “fominhas” – já que também é um dos que mais dão passes para gols.

Isso sem contar a sua primeira Bola de Ouro com apenas 22 anos (em 2009), seguida de mais cinco (2010, 2011, 12, 15), o que não deixam dúvidas tratar-se de um verdadeiro fenômeno, apesar de ainda não responder à famigerada pergunta: Quem é o melhor: Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi?

Receba Novidades

Quem é o melhor no número de títulos: Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi?

No número de títulos individuais Cristiano Ronaldo e Messi também são os melhores! O argentino, por exemplo, já conquistou impressionantes 5 Bolas de Ouro (2009, 10, 11, 12 e 15), além de 6 Chuteiras de Ouro da UEFA, 1 prêmio de melhor jogador da UEFA Champions, entre diversos outros títulos que o tornaram um verdadeiro fenômeno pela precocidade com que conquistou os prêmios.

Mas a coisa não fica por aí! Ele também é o que mais conquistou títulos pelo Barcelona (33 no total), já está há 10 anos marcando pelo menos 30 gols por temporada, já soma 600 gols só com a camisa do Barcelona, ficando atrás apenas de Pelé, que marcou 643 gols com a camisa do Santos.

E pela distância não fica difícil adivinhar que essa marca será quebrada, para torná-lo o jogador com o maior número de gols com a camisa de um mesmo clube, e cada vez mais difícil definir  que é o melhor: Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi?

Entre os seus principais prêmios individuais estão:

  • Onze d’Argent: 2008, 2016–17 e 2018–19;
  • Melhor Jogador do Mundo pela FIFPro: 2009, 2010, 11, 12;
  • 5 Bolas de Ouro da FIFA;
  • Melhor jogador do mundo pela FIFA (2009);
  • Melhor Jogador da UEFA Europa: 2010–11, 2014–15;
  • Chuteira de Ouro da UEFA: 2009–10, 11–12, 12–13, 16–17, 17–18, 2018–19;
  • Melhor Jogador do Mundo pela revista World Soccer: 2009, 2011, 12 e 15;
  • Melhor Jogador da UEFA Europa: 10–11, 14–15;

Já Cristiano na temporada 2010/11 marcou 53 gols, tornando-se o maior goleador em uma só temporada pelo Real Madrid, deixando para trás lendas como Ferenc Puskás, Telmo Zarra, Hugo Sanches, entre outros.

O atacante ainda possui 2 troféus Pichichi, foi 3 º colocado na escolha do melhor jogador da Europa (ainda na temporada 2010/11), 2º lugar na eleição do Bola de Ouro da FIFA (2011), e logo após, em 2013, conquistou a sua segunda Bola de Ouro da FIFA.

Cristiano Ronaldo já havia sido o protagonista da mais cara transferência de um jogador de futebol à época que saiu do Manchester para o Real Madrid (2009), por cerca de 94 milhões de euros. Ele também foi o jogador mais caro do mundo em 2012. Foi, em 2015, o mais rico (cerca de 211 milhões de reais de fortuna pessoal), o mais bem pago segundo a Forbes em 2016 (pela primeira vez na história), entre diversos outros títulos.

Podemos elencar os seus prêmios individuais em:

  • Ballon d’Or: 2008, 16, 17;
  • The Best FIFA Football Awards (2016, 2017);
  • Bola de Ouro da FIFA (2013 e 2014);
  • Onze d’Argent: 2007, 2009, 2011–12;
  • Melhor jogador de Clubes da UEFA: 2007–08;
  • Onze d’Or: 2008, 2016 – 2017;
  • Melhor jogador do mundo pela FIF Pro: 2008, 2013, 14, 16, 17;
  • Melhor jogador do mundo pela revista World Soccher: 2008, 2013, 14, 16, 17;
  • Onze de Bronze: 2010–11, 2017–18;
  • Melhor jogador do mundo (FIFA 2008);
  • Melhor jogador da UEFA na Europa: 2013–14, 15–16, 16–17;
  • Bota de Ouro da UEFA: 2007–08, 2010–11,13–14, 14–15.

Bem, essa foi a nossa lista de motivos para que se possa determinar (com “precisão”) qual o melhor jogador do mundo: Cristiano Ronaldo ou Messi. Para os que conseguiram determinar o melhor, parabéns! Para os que não, saibam que vocês fazem parte da maioria absoluta dos mortais que de forma alguma conseguem escolher entre características tão diferentes.

Mas, assim mesmo, gostaria que nos deixasse as suas impressões sobre esse artigo na forma de um comentário, logo abaixo. E continue compartilhando e aproveitando-se dos nossos conteúdos.

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.